Mesmo a COVID-19 não pode parar a expansão da Atomy no exterior

Views 932 Date of filming
Print

Mesmo a COVID-19 não pode parar a expansão da Atomy no exterior
Colômbia, Índia, Turquia, Hong Kong planejam lançamento ainda este ano


No segundo semestre de 2020, a Atomy deverá acelerar seu avanço nos mercados estrangeiros. Mesmo os efeitos debilitantes da COVID-19 na economia mundial não são suficientes para impedir a expansão global da Atomy, com planos de inauguração na Índia, o segundo país mais populoso; Turquia, uma ponte entre o Oriente Médio e a Europa; Colômbia na América do Sul; e Hong Kong. Se a China for adicionada à lista, a expansão da Atomy no exterior em 2020 ficará além das expectativas.


Colômbia: terceiro maior mercado de vendas diretas da América Latina depois do Brasil e do México
A Colômbia é o quarto maior país da América do Sul e faz fronteira com Venezuela, Brasil, Peru e Equador, bem como com o Mar do Caribe e o Oceano Pacífico. O produto interno bruto (PIB) da Colômbia foi de US$ 330,2 bilhões em 2018, com uma população de mais de 50 milhões e um PIB per capita de US$ 6651. Como terceiro maior mercado da América Latina, a Colômbia é membro do bloco comercial da Comunidade Andina e da Aliança do Pacífico, que tem uma população total de mais de 200 milhões. O país tem mostrado estabilidade política e constante recuperação econômica desde 2007 e tem grande potencial de desenvolvimento por estar geograficamente posicionado na porta de entrada para a América do Sul com o objetivo nacional de se tornar um hub logístico nas Américas.



A Colômbia também tem grande potencial de crescimento em vendas diretas. De acordo com a Federação Mundial de Associações de Venda Direta (WFDSA), ela ocupa a 17ª posição no mundo e a 3ª na América Latina, atrás do Brasil (US$ 9,8 bilhões) e do México (US$ 6 bilhões), com vendas diretas chegando a US$ 2,3 bilhões em 2018, o que representa 0,4% do ano anterior. O número de vendedores diretos totalizou 2,3 milhões em 2019.

A alta dependência de trabalhadores não regulares, um mercado concentrado na indústria de serviços e certas indústrias manufatureiras, o influxo de refugiados venezuelanos e uma taxa de desemprego de 9,7% provavelmente servirão como um benefício para o mercado de vendas diretas.A Colômbia fabrica principalmente produtos intermediários e, devido à sua baixa produção de produtos de consumo, o país é altamente dependente das importações de produtos duráveis e de consumo geral, o que é benéfico para a Atomy.

Mas, já que o mercado está claramente dividido em grupos de alta, média e baixa renda, uma estratégia de preços direcionada é necessária com base na lacuna entre ricos e pobres e seus padrões distintos de vida e gastos. Se a Atomy responder de forma proativa ao ambiente do consumidor que muda rapidamente e promover produtos econômicos via on-line e mídias sociais, a Colômbia pode se tornar o principal mercado da Atomy na América Latina.

Os itens cosméticos e de cuidados pessoais representaram a maioria das vendas diretas da Colômbia com 43% do total, seguidos por roupas & acessórios e produtos de bem-estar, responsáveis por 33% e 9% do mercado respectivamente. Entre os cosméticos mais vendidos estão perfumes (US$ 579 milhões), higiene bucal (US$ 537 milhões) e produtos masculinos (US$ 517 milhões). O valor gasto em cosméticos gira em torno de US$ 79,80 por pessoa. Os consumidores na Colômbia tendem a comprar mais perfumes, produtos para a pele e maquiagem do que na Coreia, onde os cosméticos básicos são mais populares.

De acordo com a Agência de Promoção de Investimentos Comerciais da Coreia (KOTRA), a taxa de crescimento econômico da Colômbia deve aumentar em média 3% ao ano de 2019 a 2022. Além disso, como os preços se mantêm estáveis, os gastos privados foram projetados para aumentar 3,7% em 2019 e 3,2% em 2020.
O pesquisador Chul Hee Kim, da KOTRA, afirmou: “À medida que a classe média cresce em países como México, Colômbia e Peru, a concorrência com produtos chineses e indianos aumenta, contudo, o interesse por produtos coreanos inovadores e de baixo custo também aumentam”. A Atomy Colômbia está atualmente passando pelos preparativos finais e deve abrir no final do ano.

Hong Kong: centro financeiro da Ásia e centro de negócios internacionais

Embora Hong Kong faça parte da China, ela opera de maneira diferente e possui uma economia de mercado totalmente livre. É conhecida como a capital financeira da Ásia e centro de negócios internacionais, mas com uma grande parte de sua indústria é baseada em serviços, Hong Kong é altamente dependente de países estrangeiros. À medida que a integração econômica com o continente se acelera, ela se tornará um campo de testes para o avanço na China.

A KOTRA afirma que, ao contrário da China, Hong Kong não exige processos de certificação, como licenças sanitárias para distribuição de cosméticos, portanto, está em uma posição única para avaliar a reação do consumidor e melhorar a imagem da marca Atomy antes do lançamento na China.

De acordo com dados da WFDSA, os números de vendas diretas de Hong Kong chegaram a US$ 380,64 milhões em 2019, com mais de 260 mil representantes de vendas independentes. A média de crescimento anual de 2016 a 2019 foi de 2,0% e seu crescimento ano após ano foi de 1,9% em 2019. Produtos de bem-estar foi a categoria mais vendida com 62,4%, seguido por cosméticos e produtos para cuidados pessoais com 27,6% em 2018.Os produtos de bem-estar em Hong Kong são vendidos principalmente em supermercados, lojas de conveniência e varejistas independentes. De acordo com dados de 2016 da Korea Agro-Fisheries & Food Trade Corporation, esses três canais de distribuição foram responsáveis por 70%, 17,2% e 3,6%, respectivamente.

Os varejistas independentes têm crescido a uma taxa de 15,6% ao ano nos últimos anos e estão se consolidando como um importante canal de distribuição de produtos de bem-estar, pois preenchem o vazio, onde não há supermercados ou lojas de conveniência, oferecendo serviços amigáveis e personalizados. Os produtos de bem-estar por função foram listados como bem-estar geral (39,4%), produtos para visão (28,0%), produtos para o cérebro e memória (12,1%), produtos para digestão (5,5%) e free-form (4,5%). A Korea Agro-Fisheries & Food Trade Corp. declarou: “Espera-se que o mercado cresça graças ao crescente interesse em saúde, vida diária agitada e envelhecimento da população de consumidores em Hong Kong. A tendência está mudando, de tomar vários comprimidos todos os dias para multivitaminas convenientes. ”

O mercado de cosméticos de Hong Kong não é grande, mas tem implicações significativas de uma perspectiva estratégica para o avanço na China. A Euromonitor prevê que o tamanho do mercado de Hong Kong aumentará 6,8% ano a ano, de US$ 3,87 bilhões em 2018 para US$ 4,99 bilhões em 2022. Os principais produtos são: produtos para a pele (59,7% do total das vendas), maquiagem (15,1%), produtos para cabelos (7,2%), perfumes (5,4%), produtos para banho (4,4%) e higiene bucal (3,8%).
Hidratantes e produtos antienvelhecimento estão ganhando popularidade.Os principais canais de distribuição são: lojas de cosméticos (46,4%), lojas de departamentos (18,6%), farmácias (15,1%), supermercados (10,9%) e vendas diretas com (5,6%). Recentemente, mais e mais consumidores estão procurando cosméticos coreanos, máscaras faciais em particular.

A Atomy Hong Kong está se preparando para abrir em setembro. O registro de membro está disponível atualmente na Coreia, e mais de 5000 pessoas já se inscreveram.

Índia: condições favoráveis para alta taxa de crescimento econômico e classe média crescente

Com uma população de cerca de 1,38 bilhões de pessoas, a renda per capita da Índia é de pouco mais de US$ 2.000. Há grandes esperanças para a Índia, já que a taxa de crescimento econômico anual se aproxima de 7% e o número de consumidores de 15 a 59 anos está aumentando, enquanto a classe média está se expandindo.

A India Brand Equity Foundation (IBEF) projeta que o mercado consumidor do país pode chegar a US$ 4 trilhões em 2025. O mercado de vendas diretas também está crescendo rapidamente.
Dados da WFDSA relatam que as vendas diretas da Índia, que ocupa o 15º lugar no mundo, cresceram 12,1% para US$ 24,76 bilhões (~ 2,9 trilhões de KRW) de 2018 a 2019, e a taxa média de crescimento de 3 anos foi de 16,3% de 2016 a 2019. Além disso, o número de vendedores independentes foi de 5,75 milhões, o que representa menos de 0,4% da população total, apresentando grande potencial para vendas diretas na Índia.

Os principais produtos caíram em bem-estar com 55,0% das vendas e cosméticos e cuidados pessoais com 27,0%, visto que a participação dos produtos domésticos e não perecíveis têm aumentando gradualmente. Espera-se que os produtos de bem-estar e cosméticos apresentem um crescimento constante, sendo os mais vendidos no mercado de venda direta.

Com o crescente interesse nas técnicas exclusivas de fabricação de Ayurveda da Índia, é válido notar uma grande preferência por produtos ayurvédicos, que usam ervas semelhantes à medicina oriental. Além disso, o interesse por produtos coreanos com uma variedade de linhas de ótima qualidade também tem se espalhando boca a boca, então a Atomy pode esperar bons resultados com sua qualidade e preços competitivos.

O mercado de vendas diretas na Índia é rico em possibilidades, já que a população de classe média deve chegar a 547 milhões em 2025. Embora ainda ocupe o 15º lugar no mundo, com vendas inferiores a 3 trilhões de KRW, pode-se dizer que tem potencial para se equiparar à China no futuro.

A Atomy India concluiu a construção de seu escritório em 2019 e espera uma grande inauguração no segundo semestre de 2020. Já foram cadastrados 65 dos muitos produtos planejados e espera-se o cadastro de mais de 1 milhão de membros este ano.

Turquia: um mercado otimista com alto taxa de desemprego e língua fácil de aprender

Tamanho do mercado de vendas diretas na Turquia (unidade: 1 milhão de liras).
A Turquia é porta de entrada para o Oriente Médio e a Europa, pois está geograficamente no extremo oeste da Ásia e conectada à Europa. Com uma população de mais de 84 milhões, teve um PIB de US$ 766,5 bilhões em 2018 e um PIB per capita de US$ 9311. A distribuição online está crescendo rapidamente e o marketing de influenciadores por meio da mídia social também tem se expandindo.

O mercado de vendas diretas da Turquia registrou uma taxa de crescimento média em três anos de 6,4% de 2016 a 2019, mas em 2019, caiu 2,8% para US$ 484 milhões, com cerca de 1,3 milhão de vendedores. Os cosméticos representaram 60,9%, enquanto os produtos domésticos e não perecíveis representaram 18,7% das vendas em 2014. O mercado de cosméticos turco tem crescido mais de 15% ao ano, tendo produtos para cabelo representando 19,7% do total, seguido por produtos para a pele 16,6%, maquiagem 14,3% e perfumes 11,6%. Os produtos coreanos, como creme BB, máscaras de beleza e almofadas compactas, têm ganhando popularidade e são muito econômicos, mas ainda não são amplamente reconhecidos.

O mercado de suplementos dietéticos foi avaliado em US$ 152 milhões em 2015 e tem uma projeção de expansão para 255 milhões de euros (257,4 bilhões de KRW) até 2020. A demanda por alimentos convenientes e ricos em nutrientes, como quinoa, sementes de chia, arroz preto, trigo sarraceno, e o abacate tem aumentado devido à recente urbanização, aumento do número de pessoas que vivem sozinhas e aumento da participação das mulheres na sociedade.

A Atomy reconhece a Turquia como uma importante porta de entrada na Europa. Tem uma alta taxa de desemprego de quase 13% e é considerado um país irmão da Coreia. A língua turca também é relativamente fácil de aprender, com padrões gramaticais semelhantes aos do coreano. A abertura na Turquia é significativa porque não é apenas um novo mercado, mas também uma base estratégica para futuras incursões no Oriente Médio e na Europa. A Atomy Turquia está atualmente passando pela construção de seu escritório e planeja solicitar uma licença em julho.

인터넷 익스플로러 사용자는 [도구]-[호환성보기] 를 클릭하여 호환성보기를 해제하여 주시기 바랍니다.

    LOG IN

    Atomy Stream